Parabéns, Adrian Frutiger!

Por Heric Dehon em 24 de maio de 2011

Hoje é aniversário de Adrian Frutiger. São 83 anos de vida de um dos maiores type designers de todos os tempos. Frutiger é autor de alguns dos mais importantes projetos tipográficos do século XX. Boa parte dos ‘não iniciados’ desconhece o fato de diariamente ler informações com famílias projetadas por Frutiger. A seguir estão alguns projetos desenvolvidos nos últimos 60 anos: Apollo, Avenir, Breughel, Linotype Centennial, Courier New, Linotype Didot, Egyptienne F, Frutiger, Glypha, Herculanum, Humanist 777, Humanist Slabserif 712, Icone, Iridium, Latin 725, Meridien, OCR-B, Ondine, Pompeijana, President, Rusticana, Serifa EF, Serifa SB, Serifa SH, Serifa, Univers, Vectora, Versailles, Westside, Zurich.

Sinais e SimbolosAlém de uma enorme produção tipográfica, Frutiger também é reconhecido como um autor extraordinário. Sua ‘obra prima’ é Sinais & Símbolos, editado no Brasil pela Livraria Martins Fontes. O livro trata de elementos primários e fundamentais da comunicação visual. Trata de história quando discorre sobre as primeiras representações visuais, anteriores à escrita; Fala da formação dos primeiros alfabetos ao redor do mundo e ainda discute gestalt e visualidade. Se você é, ou pretende ser designer, é fundamental que tenha este livro em sua estante. E é importante também que crie o hábito de consultá-lo de vez em quando pois sempre surgem novas descobertas a cada rápida leitura. Este livro está entre as 10 principais obras da minha biblioteca de design.

Sinopse: Não existem elementos casuais em nosso redor ou dentro de nós, mas toda matéria obedece a uma composição ordenada. Até o traço ou o rabisco mais inocente não pode existir acidentalmente, por puro acaso, mesmo que o observador não reconheça claramente as causas, a origem e o motivo desse “desenho”. É a partir de considerações como essas que Adrian Frutiger leva o leitor a reconhecer e julgar com mais facilidade a origem, o sentido e a mensagem dos sinais e símbolos.

Em 2005 ele foi tema de um documentário. Adrian Frutiger – Der Mann von Schwarz und Weiss [Adrian Frutiger – O homem do preto e branco]. Produzido por Christine Kopp e Christoph Frutiger – que logicamente deve ter alguma relação de parentesco com o próprio Adrian. Embora fale pouco sobre sua vida e sobre seus trabalhos, o filme merece menção por ter entrevistado o tipógrafo e também por ter feito registros de parte do seu processo produtivo. Um pouco mais de informações sobre o documentário, incluive como comprá-lo, podem ser encontradas aqui. Infelizmente não encontrei nenhum trailer para postar.

Segue um pouco de rasgação de seda pra um cara que merece muito!

When you get to a certain age, like myself, you often get asked who your influences were and are. An easy response is to name nationally or internationally renowned favourites such as Gandhi or Albert Schweitzer. One’s own parents tend to score high on the list, at least if they’re still living and able to read the accolades. As far as I’m concerned my choice has been a simple one for over 30 years: I first met Adrian Frutiger in 1976, and to this day he remains my idol.
Erik Spiekermann | September 2, 2008
Continua aqui: http://fontfeed.com/archives/adrian-frutiger-mr-univers/

Abaixo o trailler de um outro documentário que está sendo produzido sobre Frutiger:

Em 2008 a Linotype resolveu promover uma pequena celebração pelos seus 80 anos e reuniu família, amigos e figurinhas da própria Linotype em um jantar. Abaixo uma foto com sua família. Aqui tem mais fotos

A seguir estão alguns links com conteúdo bastante interessante sobre Adrian Frutiger:
FontFeed
Linotype
Monotype
My Fonts
Typophile
U&LC
Wikipedia

Print Friendly

Introdução ao estudo tipográfico

PUBLICADO EM: 26 / 03 / 2011

Livro: Textos clássicos do design gráfico

PUBLICADO EM: 08 / 06 / 2011





Leia mais sobre História, Tipografia (17 de 21 artigos)